Branding posted by

Designlicious entrevista: Koni Store por Hardcuore

Designlicious entrevista: Koni Store por Hardcuore

Imagine a seguinte situação: O sujeito sai da praia, de bermuda, sem camisa, chinelo de dedo e cheio de areia, mas com vontade de comida japonesa. Pois é, foi nessa conjuntura que os amigos Flávio Berman, Michel Jager e Ronnie Markus tiveram a ideia de criar um tipo de restaurante japonês mais jovem e despojado.

primeira loja do Koni

Primeira loja do Koni – Baixo Leblon

A Koni Store nasceu em 2006 no Baixo Leblon, Zona Sul carioca e logo caiu no gosto da galera. Hoje com mais de 50 lojas espalhadas por 7 estados, a Koni é mais que conhecida. A gente consegue até inclui-la na lista de marcas que ocupam o lugar do nome do produto:

Atire a primeira pedra quem nunca foi a um restaurante japonês qualquer e, ao invés de pedir um temaki mandou um “me vê um koni, por favor?”.

Mas vamos voltar lá atrás, quando a marca estava recém nascida e caiu nas felizes mãos dos designers da agência carioca Hardcuore. A gente conversou com o Breno Pineschi, diretor de criação. Confere aí!

Hard Cuore

Breno Pineschi

Breno Pineschi

A logomarca do Koni Express foi criada por uma designer chamada Yael Dikstein e quando eu a assumi(no seu segundo mês de existência), fui adaptando e mudando tudo no decorrer do processo. Logo no início mudamos o nome para Koni Store, que era mais apropriada pro conceito. A loja já estava bombando, e com 4 lojas pra abrir, tivemos que ir implementando a estética e conceito no dia-a-dia da forma mais orgânica possível, para não perder o que já tinha e acrescentar o que pudéssemos para fazer a marca crescer forte.

Os fundadores  fizeram um “pitch” no inicio do projeto com os dois designers para escolher uma versão: Era eu fazendo uma história e a Yael outra. Os sócios ficaram em dúvida e demoraram muito pra escolher uma, porque as duas opções eram boas. A versão da Yael ia mais para fast food e a minha, mais para o conceito “store” – um pouco mais sofisticada, com um toque tropical. Eles acabaram optando pela marca da Yael.Koni-Store-logo

Um mês depois da abertura da loja, com o rápido pedido de franquias e fechamento de algumas lojas, eles vieram atrás de mim para dar continuidade ao projeto que a Yael tinha começado. Nessa hora implementei tudo que tinha concebido para a minha versão e melhorei tudo que nesse primeiro mês não tinha funcionado.


Direção de arte e criação:
 Breno Pineschi
Arquitetura: Thais Meireles
Designers assistentes: Fernando Maia e Tamires Marino
Co-criação de Uniformes:  Lisandro Landell e Armadillo
Fotografia de Comida: Bella Cardin
Desenvolvimento de acrilico: Joana Angert

DSL: Você já tinha ouvido falar em “temaki” em 2006?
Sim já havia ouvido falar. Sempre fui um entusiasta de comida saudável e japonesa, mas sinceramente não tinha o hábito de comer temakis em restaurantes japoneses.

DSL: Quais foram suas principais referências no processo criativo?
Na época fiz uma imersão no mundo/universo de identidades visuais de restaurantes e redes de fast food. No entanto, nenhuma delas me forneceu algo que eu pudesse extrair positivamente para o projeto. Vi muita coisa que não gostava e que gostaria de fazer diferente.

Koni-Publicidade

Vejo esse laranja e me dá vontade de comer um Salmão Completo!

DSL: Com relação às cores: conte-nos um pouco sobre a paleta e sobre como a Hardcuore a utilizou.
Essas cores já haviam sido definidas desde o principio com o próprio cliente. Depois de um tempo vimos q o laranja tinha uma força muito grande. A loja era um oásis de cor neon laranja na noite carioca, um lugar onde tudo fecha antes de 1h da manhã. O verde escuro traz a parte orgânica e natural pra contrabalançar com a energia radiante do laranja e compor com as plantas, sempre presentes nas lojas da marca.

Loja Vibrante

Loja Vibrante

Recipiente-Koni

Recipientes modernos e luzes brilhantes!

DSL: Qual estratégia de marketing vocês usaram para encarar um conceito de restaurante fast food japonês?
O conceito da Hardcuore foi não encarar como fast food. Meu pensamento foi tratar o restaurante como uma loja de roupa, com comportamento, estética e atitude. colocamos a marca nos melhores eventos da cidade (Tim Festival, Fashion Rio, Premio Multishow, etc..), a sua sacola de delivery era melhor do que uma sacola de loja de roupa de moda, um verdadeiro display laranja ambulante pela cidade, a roupa das atendentes tem capuz e viseira, totalmente comportado, mas sem perder a função, com saia por cima da calça para não deixar vulgar e com avental pra proteger de eventuais sujeiras. Assim como as marcas de moda, o Koni lançava uma coleção nova a cada temporada, a cada 4 meses novos produtos eram lançados no cardápio e outros eram retirados de linha.

Koni Uniformes

Uniformes da “primeira coleção”

Cardapio

R$6,50 – SEIS E CINQUENTA!!!

Embalagem Koni

Restaurante/Loja

DSL: O origami é bem presente nas peças e funcionou muito bem com o produto, como foi a escolha de material?
Acho que o próprio TEMAKI já é um pouco Origami e a caixa de consumo também tem um lance de encaixe e dobradura de papel com triângulos que inspira bastante. A maior marca do Koni que são os triângulos (representação básica do Cone / Koni / Temaki / caixa de consumo) e as faixas iluminadas que tridimensionalmente dobram pelas paredes e iluminam todo o lugar são as verdadeiras coisas presentes nas peças e não o Origami. Fora isso que eu me lembre apenas usei origami em um evento que tinha o intuito de trazer crianças para a loja, e fizemos um workshop com professores de Origami.

Origami Koni

Workshop de Origami na Koni Store

Convite Koni

Convite para inauguração da Koni Store em Brasília.

Embalagem Koni

Origami na embalagem

DSL: Pra terminar: Qual o seu prato favorito (japonês ou não)?
Adoro muitos pratos(pergunta difícil) hahahahaha. Amo picadinho de comida brasileira e o empadão de frango da minha mãe. Do Koni Store amo o Koni Krips que tem salmão/ervilha com wasabi e palha de alho poró, até hoje sou viciado nele.

Koni Krips, o favorito do Breno.

Koni Krips, o favorito do Breno.

Quer saber mais sobre a Hardcuore? Clica aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook Comments